Homem de bem: político do bem. Reconhecimento e gratidão PDF Imprimir E-mail
Seg, 17 de Março de 2014 18:13

Nildo Lima: Consultor em Administração pública

O dom da gratidão, infelizmente, nestes tempos novos que estamos
vivendo, tem sido raro. Dom este que não falta nem jamais faltará ao
homem de bem. Virtude esta que, uma vez presente, se eterniza no
espírito e vicia em intensidade bem maior que qualquer potente
droga. O bem é realmente o toque Divino que ao tocado transborda-o
de felicidades. É a verdadeira felicidade do espírito, ou como queiram,
da alma! O bem é um estado muito mais fácil de ser reconhecido pela
natureza maior de agradar mais a quem o faz, entretanto, a gratidão,
que depende do reconhecimento de outro indivíduo e, em maior
intensidade àquele que se beneficia é, bem mais difícil de ser vista, já
que as manifestações humanas não são tão espontâneas na
credibilidade quanto aos interesses daqueles que praticam o bem.

 

 


 

Para ler esse artigo por completo, por favor, baixe-o aqui.

Última atualização em Seg, 17 de Março de 2014 18:34
 

Enquete

Resultado sobre a Conferência do Clima em Copanhagen
 

Inscrições

Newsletter

Twitter AlfaBrasil


Modelos de Editais
Apresentação Transporte Escolar